História do tênis no Brasil: como o esporte surgiu e chegou ao país

4 minutos para ler

O tênis, um esporte que é praticado entre dois oponentes ou duplas, surgiu há centenas de anos. Contudo, a história do tênis no Brasil só começou no final do século 19, pois até então eram os europeus que dominavam as competições.

Atualmente, o esporte é praticado no mundo todo, sendo uma das modalidades das Olimpíadas. Um dos grandes nomes do esporte é o brasileiro Guga Kuerten, que conquistou diversos prêmios durante a sua carreira.

Quer saber mais sobre a história do tênis no Brasil? Continue a leitura deste artigo!

A história do tênis

Os primeiros relatos do início do tênis vêm de diferentes períodos. Na Antiguidade, já existiam alguns esportes muito similares, mas sem o uso de raquetes, que eram substituídas pelas próprias mãos dos jogadores. No entanto, no século 12, surgiu na França e na Itália a versão mais parecida com a atual.

Nessa época, os monges praticavam o chamado jeu de paume, que pode ser traduzido como jogo com as palmas. A partir daí, a modalidade sofreu inúmeras alterações até chegar no modelo atual.

A aristocracia inglesa foi quem fez o esporte ganhar espaço, juntamente com outra atividade — o croquet. O tênis fez tanto sucesso que o clube All England Croquet trocou de nome para All England Lawn Tennis and Croquet Club. O Torneio de Wimbledon é realizado até os dias de hoje nesse local.

Com isso, a fama do esporte só aumentou, e foram criadas algumas entidades nacionais e a federação internacional. Em 1877, as regras foram estabelecidas e aconteceu a primeira competição na Inglaterra.

O tênis esteve presente na primeira Olimpíada da Era Moderna, realizada no ano de 1896, em Atenas. Nas primeiras edições da competição, os britânicos, franceses e norte-americanos foram os maiores destaques. O esporte deixou de participar das Olimpíadas entre 1928 e 1988, quando retornou na edição de Seul.

Principais jogadas

As principais jogadas do tênis são:

  • saque: é o início de cada ponto, feito do fundo da quadra;
  • forehand: é a devolução da bola, que pode ser feita com a mão direita, para os destros, ou esquerda, no caso dos canhotos;
  • approach: quando o jogador se aproxima da rede;
  • drive: quando a devolução é feita no fundo da quadra;
  • slice: quando o jogador bate na bola com a raquete na horizontal.

O esporte no Brasil

A história do tênis no Brasil começou no fim do século 19, por meio de ingleses que vieram ao país para fazer a urbanização das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. Eles trouxeram raquetes e bolinhas, e começaram a popularizar o esporte no país. Em 1892, foram inauguradas as primeiras quadras de tênis no São Paulo Athletic Club.

Em 1997, o tenista Gustavo Kuerten marcou o seu nome e o do país na história do tênis, quando venceu pela primeira vez o torneio de Roland Garros. Depois disso, a carreira de Guga decolou, sendo novamente campeão em 2000 e 2001, chegando ao posto de número 1 no ranking da Associação de Tenistas Profissionais. Ao longo de sua carreira, Guga conquistou 28 títulos e marcou definitivamente a história do tênis no Brasil.

Atualmente, estima-se que existam dois milhões de jogadores de tênis no país, sendo em torno de 33 mil registrados pela Confederação Brasileira de Tênis.

Os benefícios do esporte

Um dos principais benefícios do tênis é o desenvolvimento dos músculos e a melhora da saúde cardiovascular, por conta da movimentação dos jogadores. Além disso, ele proporciona o desenvolvimento de reflexos mais rápidos e da coordenação motora, ajudando a fortalecer o pensamento estratégico. Os atletas também aprimoram o foco e o poder de decisão.

Como você viu, a história do tênis no Brasil surgiu há pouco mais de cem anos, trazendo tradições europeias para o país e transformando a trajetória do esporte de forma internacional.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam a história do tênis no país!

Posts relacionados

Deixe um comentário